Produtos Ecológicos Sapucaia do Sul, Rio Grande do Sul

Esta página disponibiliza informações sobre o fato de que produtos verdes custam mais caro para o consumidor, os cartões de crédito de Portugal e uma lista de empresas e profissionais especializados no assunto na cidade de Sapucaia do Sul. Encontre abaixo empresas e profissionais da região de Sapucaia do Sul que oferecem diversos produtos e serviços relacionados e ainda esclareça suas dúvidas sobre os fundos de investimento.

Grazziotin
(51) 3477-5133
av Getúlio Vargas, 5543 Centro
Canoas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Rudinei Bgeginsky
(51) 3425-1606
r Primavera, 1890 Rio Branco
Canoas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Lojas Renner-Lj 25
(51) 2131-3200
av Guilherme Schell, 6750
Canoas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Lojas Tamoio
(51) 3475-4404
r Tamoio, 1265 Niterói
Canoas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Alberht Cláudio N
(51) 3593-4802
av Borges Medeiros, 29 Rio Branco
Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Fibrama Magazine
(51) 3472-1706
r Tiradentes, 236 Centro
Canoas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Modas Machado Viana Ltda
(51) 3476-1009
r Rio Grande do Sul, 115 Mathias Velho
Canoas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Fontana Magazine
(51) 3059-1485
r Araguaia, 606 ap 202 M Velho
Canoas, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Lojas Quero Quero
(51) 3484-3562
av José Loureiro Silva, 1605 Centro
Gravataí, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Lojas Renner Lj 10
(51) 2121-4900
av Nações Unidas, 2001
Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Produtos "verdes" realmente compensam??

A questão do blog é difundir essa ideia... então.. claro que compensa!
Mas se for pensar em dinheiro... aí são outros 500!
Produtos financeiros verdes não rendem bem.

Leiam essa reportagem do Económico, de Portugal

Os produtos financeiros amigos do ambiente aliviam a consciência mas deixam também a sua carteira mais leve. A rendibilidade média nos últimos 12 meses dos fundos de investimento ecológicos não vai além dos 8,5%. Os ganhos não são maus mas ficam muito aquém dos congéneres, como por exemplo o sector da indústria que remunera, em média, a 25,7%. Mas existem produtos que, embora mais caros, têm uma atitude proactiva em relação ao ambiente, não se limitando a ser verdes. É o caso dos cartões de crédito Carbono Zero, da Caixa Geral de Depósitos, e do cartão WWF do BES. Em contrapartida o cartão Green da Cetelem, de verde só tem o nome - e na verdade também a cor. Obviamente existem produtos onde as preocupações ambientais compensam, como os créditos para energias renováveis, muito embora estes sejam uma excepção legislada. Trimestralmente o Banco de Portugal fixa as taxas máximas a praticar nas várias modalidades de crédito ao consumo, onde os créditos para energias renováveis gozam de taxas máximas consideravelmente mais baixas face a um crédito ao consumo normal.
Produtos verdes

1 - Cartões de crédito
Existem dois cartões de crédito em Portugal que obedecem a uma política activa de protecção ambiental. O cartão Carbono Zero da Caixa Geral de Depósitos e o cartão WWF do BES. O primeiro investe parte do que gasta em compras em projectos que retiram da atmosfera ou tentam minorar as emissões de dióxido de carbono. E o segundo reverte 0,5% do que gastar em compras para a organização global de conservação. Ambos os cartões têm das taxas de juro mais altas praticadas por estes bancos.

2 - Fundos de investimento
Existem duas categorias de fundos de investimento que apostam nas preocupações ambientais. Os fundos do sector de energias altern...

Clique aqui para ler este artigo em Um Novo Mundo