Brindes Ecológicos Japeri, Rio de Janeiro

Esta página disponibiliza informações sobre o fato de que todas as empresas querem ser consideradas sustentáveis e ecologicamente corretas, a consciência em prol do cuidado com o meio ambiente e uma lista de empresas e profissionais especializados no assunto na cidade de Japeri. Encontre abaixo empresas e profissionais da região de Japeri que oferecem diversos produtos e serviços relacionados e ainda esclareça suas dúvidas sobre a sustentabilidade social e a confecção de brindes artesanais e ecológicos .

Transborda
(21) 2698-1839
r Barros Júnior,Dr, 83, Loja, Centro
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Beanci Arte e Confecções Ltda
(21) 3046-1258
r Joaquim Cardoso de Matos, 200, Luz
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Magazine Fara Ho Ltda
(21) 2667-0224
av Nilo Peçanha, 64
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Edileuma Araújo Rocha Reis ME
(21) 2669-7784
r Munhoz Fernandes, 4 Conj Resid Redenção
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Líder Magazine
(21) 2667-2447
av Gov Roberto Silveira, 540 lj 375
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Art Eva Brindes
(21) 2698-2431
av Floriano Peixoto,Mal, 2401, Centro
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Linda Modas
(21) 2658-0504
r Philomeno Coelho, 310 lj Santa Rita
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Vitrine das Marcas
(21) 2667-3664
av Gov Amaral Peixoto, 171
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Lígia Nunes Teixeira
(21) 2667-1060
av Gov Amaral Peixoto, 427 lj 115
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Magazine Gouveia
(21) 2669-1441
av Nilo Peçanha, 1539
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Muito além das ecobags

Associar a marca ao cunho sustentável é mais que uma qualidade nos dias atuais, é uma premissa básica. Toda empresa deve e quer ser considerada sustentável e ecologicamente correta. E há inúmeras formas de se alcançar isso, como, por exemplo, presentear a equipe com brindes ecológicos. Esqueça as “ecobags”, sacolas de pano que, por muitos anos, dominaram o mercado brasileiro de brindes ecologicamente corretos. Hoje, falamos em relógios movidos a água, aparadores de livros confeccionados com materiais ecológicos e pen drives feitos com bambu. Enfim, há toda uma gama de opções para escolha. “Se a empresa atende todos os preceitos sustentáveis, não faz sentido produzir um gift que desperdice material ou agrida o meio ambiente”, constata Marcelle Comi, sócia-diretora de novos negócios da Dreams.

 A consciência em prol do cuidado com o meio ambiente está sendo implantada em todos nós e, pelas repetidas vezes, o papo fica “eco chato”. Mas em relação aos brindes, o surpreendido costuma ter reações positivas ao presente, assegura Marcelle, uma vez que este mostra a preocupação da empresa com a questão sustentável. A credibilidade vem da tendência do mercado a não desperdiçar materiais e evitar aqueles que agridem o meio ambiente.

Sustentabilidade Social é tendência da vez Para fugir do velho papel reciclado e do vasinho com semente para plantar, as idealizadoras de brindes investem em ações inovadoras, como a vertente da sustentabilidade social. Desenvolver um produto que esteja relacionado a alguma instituição carente, ou a uma ong, credita ao brinde um caráter maior que apenas sustentável: é também solidário e sinônimo de preocupação com o próximo. Um exemplo dessa nova aplicação foi o case de sucesso criado para os Doutores da Alegria, cuja ideia é de que a renda gerada pela venda de um bouquet de flores é doada à casa que ajuda crianças em sua recuperação com a ajuda de alegria e humor.

Outro ponto interessante e que também é novidade na área é a confecção de brindes artesanais e ecológicos, feitos por comunidades brasileiras. Além de ser sustentável, também gera renda e emprego. Cases de sucesso como o calendário permanente de pedra sabão, produzido por artesãos de Minas Gerais, e o Kit Germinar, que traz uma semente de feijão que cresce com o logo da empresa em uma cuia de Santarém-PA, criados pela Tehokaa, são alguns deles. Ana Lígia Corrêa, diretora de comunicação da empresa, acredita na importância da associação. “O uso de brindes sustentáveis é uma forma de mostrar que o discurso sustentável não é apenas demagogia.”, conclui. Mais importante que parecer envolvido com as causas ambientas e de ter iniciativas ecologicamente corretas, no entanto, é a empresa levar tal iniciativa para além dos brindes. O ideal é analisar se a companhia agride o meio ambiente de alguma forma, como faz isso e o que pode ser feito para mudar tal situação.

O papel reciclado e o dinheiro investido não ...

Clique aqui para ler este artigo em Um Novo Mundo